A organização social do trabalho doméstico e de cuidado: considerações sobre gênero e raça

  • Cíntia Engel Vicerrectoría de Asuntos Académicos, Universidad de Chile
  • Bruna C.J. Pereira

Resumen

Este artigo tem por intento observar como a raça, enquanto categoria social, constitui-se como eixo articulador da organização social do trabalho doméstico e de cuidado no Brasil. Iniciamos o texto com a retomada de discussões sobre a Divisão Sexual do Trabalho, tendo em conta a produção dos estudos feministas e de gênero que se ocupam da temática. Dando prosseguimento, procuramos apreender a associação simbólica das mulheres negras ao servir e ao cuidar em uma narrativa largamente aceita sobre a identidade nacional. Adiante, fazemos uma apresentação de dados sobre a associação das mulheres negras ao trabalho doméstico. Finalmente, nos debruçamos sobre reflexões, conexões e caminhos interpretativos possíveis.
Compartir
Cómo citar
Engel, C., & Pereira, B. (2015). A organização social do trabalho doméstico e de cuidado: considerações sobre gênero e raça. Revista Punto Género, (5), Pág. 4-24. doi:10.5354/0719-0417.2015.37658
Sección
Artículos
Publicado
2015-11-17